CENTRO DE PRESERVAÇÃO CULTURAL

O Centro de Preservação Cultural — Casa de Dona Yayá (CPC) é um órgão da Pró-Reitoria de Cultura e Extensão Universitária da Universidade de São Paulo.

O CPC tem por missão promover ações e reflexões sobre o campo do patrimônio cultural, bem como em colaborar na identificação, preservação, valorização e extroversão dos bens culturais da USP

CASA DE DONA YAYÁ

O Centro de Preservação Cultural está localizado na Casa de Dona Yayá, um imóvel tombado localizado no centro de São Paulo, na região conhecida como Bexiga. Trata-se de um lugar de memória das questões de gênero e saúde mental em função do local ter servido de residência e de sanatório particular para sua mais ilustre moradora, a senhora Sebastiana de Mello Freire, conhecida como Dona Yayá, diagnosticada em sua juventude como portadora de transtornos mentais. A Casa é reconhecida como patrimônio cultural do município e do estado de São Paulo: nela o CPC promove seu uso qualificado por meio de atividades de cultura e extensão universitária.

PATRIMÔNIO CULTURAL DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO

O CPC desenvolve ações sistemáticas de reconhecimento, interpretação, difusão e valorização do patrimônio cultural da Universidade de São Paulo, bem como colabora em sua preservação e salvaguarda. Entre as ações desenvolvidas pelo CPC relacionadas aos bens culturais da USP encontram-se a manutenção de bases de dados e sistemas de informação, produção de exposições, publicações e outras formas de extroversão, cursos, seminários, oficinas.

PROGRAMAÇÃO

Acompanhe nossa programação de cursos, oficinas, seminários, Domingos na Yayá, exposições, apresentações artísticas, ações educativas, entre outras de nossas muitas atividades.

Grupo de estudos e leituras do patrimônio cultural no CPC

Em 2024 o Centro de Preservação Cultural inaugura um grupo de estudos do patrimônio cultural voltado a todas as pessoas interessadas em aprender, refletir e discutir sobre o tema a partir da leitura e debate tanto de textos clássicos do campo como aqueles ligados a questões emergentes. A coordenação dos trabalhos ficará a cargo da …

Encadernação artesanal: livro objeto

O livro-objeto traduz o conceito e a materialidade de um objeto detransfiguração da leitura: incorpora significados sensoriais e plásticos a partir da originalidade de sua concepção, com a incorporação de intervenções poéticas, gráficas e visuais. Nesse sentido busca transcender a tradição dos livros de história e memória, pois sua materialidade pode ser percebida, antes de …