Webinário: Conversando sobre museus universitários

Conversando sobre museus universitários

Acervos e museus constituem elementos importantes no interior de universidades, ainda que muitas vezes menosprezados ou marginalizados. De coleções didáticas a museus organizados, passando por acervos de laboratórios e iniciativas de memória, trata-se de um universo que, ainda que já bastante estudado, parece ainda pouco descrito, situado, interpretado e problematizado.

Webinário

Neste webinário conversaremos sobre o papel, o lugar e a problemática dos acervos e dos museus no contexto universitário, suas potencialidades, desafios, abrangências e relevância.

Trata-se também de ocasião oportuna para anunciarmos o lançamento de duas relevantes iniciativas associadas a este campo: a publicação do primeiro volume do Dossiê especial sobre Museus universitários da Revista CPC, publicação dedicada a discutir questões ligadas ao patrimônio cultural e o lançamento da Plataforma Digital da Rede Brasileira de Coleções e Museus Universitários, iniciativa sistemática e abrangente de inventariação e reconhecimento da complexa teia de experiências museológicas espalhadas pelas universidades brasileiras. Conversaremos ainda sobre a plataforma digital Tainacan, um versátil sistema em código aberto de organização, catalogação e extroversão de acervos digitais desenvolvido por pesquisadores da Universidade de Brasília.

Sobre o Dossiê “museus universitários” da revista cpc

Trata-se de edição especial de nossa tradicional Revista CPC versando sobre a temática dos museus universitários. O objetivo do Dossiê é construir um panorama que seja transversal às várias dimensões da prática museológica (documentação, preservação, comunicação, educação, gestão, segurança, entre outros), bem como explicitar discussões relacionadas à sustentabilidade administrativa e financeira dos diversos núcleos museológicos existentes nas instituições de ensino superior no Brasil e no exterior, com especial interesse na América Latina.

Sobre a plataforma digital da Rede Brasileira de Coleções e Museus Universitários

A Rede Brasileira de Coleções e Museus Universitários surgiu em 2017, a partir do desenvolvimento da proposta de articulação entre ações colaborativas e mobilização de diferentes profissionais, docentes, estudantes e pesquisadores envolvidos com a preservação e divulgação do patrimônio museológico universitário. A partir de março de 2021 passou a contar com o seu próprio site — denominado Plataforma Digital da Rede Brasileira de Coleções e Museus Universitários — em forma de um repositório de dados sobre coleções e museus universitários. Ele congrega quatro bases de dados: Coleções e museus universitários brasileiros; Pessoas; Publicações; Eventos. De acesso livre, seu objetivo é colaborar com os estudos, debates, pesquisas, planejamentos e políticas voltadas à preservação das diversas coleções e museus universitários existentes em forma de núcleos museológicos em muitas Instituições de Ensino Superior no Brasil, sejam públicas ou particulares.

Sobre o projeto Tainacan

O Tainacan é uma ferramenta em software livre voltada à organização e extroversão de acervos digitais em ambiente web. Trata-se de um complemento ao WordPress, uma das mais populares ferramentas de gestão e publicação de sítios e páginas na internet. O Tainacan é desenvolvido por pesquisadores ligados a universidades brasileiras e é apoiado pelo Instituto Brasileiro de Museus, que o adota nos museus que administra.

Participantes

Martha Marandino
FE–USP e CPC–USP

Professora associada da Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo (FEUSP), onde coordena o Grupo de Estudo e Pesquisa em Educação Não Formal e Divulgação da Ciência (Geenf), possui licenciatura e bacharelado em Ciências Biológicas (Universidade Santa Úrsula), mestrado em Educação (PUC–RJ) e doutorado em Educação (FEUSP). Atuou e possui larga experiência no campo da educação em museus, sendo membro do Conselho Internacional de Museus (Icom) e do Comitê de Museus de Ciência e Tecnologia (Cimuset) e do Comitê de Educação e Ação Cultural (Ceca). Possui projetos de pesquisa, publicações e orientações de iniciação científica, mestrado e doutorado com temas como ensino de ciências, ensino de biologia, divulgação científica e educação em museus. Atualmente é Diretora do Centro de Preservação Cultural da USP (CPC–USP) e vice-coordenadora do Museu da Educação e do Brinquedo da FEUSP (MEB).

Maurício Candido da Silva
MAV–FMVZ–USP

Mestre e Doutor pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo (USP), com especialização em Museologia e pós-doutorado pelo Museu de Arqueologia e Etnologia (MAE-USP). Coordenador do Museu de Anatomia Veterinária da Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da USP. Idealizador da Plataforma Digital da Rede Brasileira de Coleções e Museus Universitários.

Dalton Martins
FCI–UnB

Professor no curso de Biblioteconomia e do Programa de Pós-graduação em Ciência da Informação (PGGCinf) da Faculdade de Ciência da Informação (FCI) na Universidade de Brasília (UnB). É também professor permanente no Programa de Pós-Graduação em Estudos da Condição Humana (PPGECH) da Universidade Federal de São Carlos. Possui graduação em Engenharia Elétrica pela Universidade Estadual de Campinas (2002) e mestrado em Engenharia da Computação pela Universidade Estadual de Campinas (2004). Doutor em Ciências da Informação pela ECA–USP (2009–2012), trabalhando com o tema de mapeamento, análise estrutural e dinâmica de Redes Sociais em ambientes digitais distribuídos. Pesquisa sobre os seguintes temas: objetos e repositórios digitais, acervos digitais e estratégias de interoperabilidade de sistemas de informação, dados abertos ligados, ciência de dados e aprendizagem de máquina com ênfase na análise de objetos digitais. Coordena o projeto de pesquisa Tainacan — software livre para a construção social de repositórios digitais, uma parceria com o Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), a Fundação Nacional das Artes (Funarte) e o Instituto Brasileiro do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).

Programação

10h
Abertura
Maria Aparecida de Andrade Moreira Machado
Pró-Reitora de Cultura e Extensão Universitária

Apresentação do evento
Cibele Monteiro da Silva

10h20
Lançamento do Dossiê Museus Universitários da Revista CPC
Martha Marandino
FE–USP e CPC–USP

10h40
Lançamento da Plataforma Digital da Rede Brasileira de Museus Universitários
Maurício Candido da Silva
MAV–FMVZ–USP

11h
Tainacan: ferramenta para organização, publicação e pesquisa em coleções digitais universitárias
Dalton Martins
FCI–UnB

11h20
Debate

12h
Encerramento

Mediação
Gabriel Fernandes

SERVIÇO

Data e horário
10 de março de 2021
10h às 12h

Transmissão ao vivo no canal do CPC no Youtube
youtube.com/cpcusp